Lockdown: 50 bênçãos do isolamento social

Ficar em lockdown pode ser uma tarefa difícil para muita gente. É bom ficar em casa por algum tempo, mas é bom sair. É bom passear e viajar, mas é ótimo voltar para casa. Em tudo na vida é preciso haver um balanço. Em casos mais graves pessoas podem até sentir tristeza, solidão e ansiedade.

Em tempos de isolamento social é importante manter-se ocupado, cultivando pensamentos positivos, e é exatamente isso que está acontecendo com um grupo de jovens missionários da Igreja de Jesus Cristo na região de Manchester, no Reino Unido.

Se você acha que é chato ficar só em casa sem poder sair, imagine para esses missionários como está sendo desafiador ficar em casa, afinal, o trabalho deles é andar nas ruas, falar com pessoas, bater em portas, visitar as casas e ensinar o evangelho de Jesus Cristo.

Esses jovens missionários em Manchester vêm de mais de 30 países diferentes e estão longe de seus amigos e de suas famílias. Eles próprios, com muito sacrifício, financiam suas missões e não recebem nenhum pagamento por seu trabalho! Recentemente, eles foram convidados a identificar um ponto positivo do isolamento social, ou seja, deveriam tentar encontrar algo que pudesse ser visto como uma bênção.

As respostas vieram. Eles poderiam estar muito tristes e deprimidos, mas pelo contrário, eles conseguiram achar um ponto positivo no meio da pandemia. As respostas são bem interessantes e podemos fazer uma reflexão.

Bênçãos do Lockdown

  1. Aprender a ter mais amor pelos outros e pelo companheiro.
  2. Desenvolver uma paciência maior.
  3. Exercitar a criatividade.
  4. Familiarizar-se com a tecnologia.
  5. Gratidão maior por coisas simples que não eram reconhecidas.
  6. Aprender a resolver conflitos.
  7. Aprender a usar as mídias sociais de novas maneiras para atingir propósitos.
  8. As pessoas têm tempo para conversar agora.
  9. O coração das pessoas está mais brando durante as provações do vírus.
  10. Aprender a enfrentar situações difíceis.
  11. Aprender a depender mais do Senhor para obter inspiração.
  12. Menos viagens desnecessárias.
  13. Aprender como liderar à distância.
  14. Mais tempo para estudar e refletir.
  15. Mais apreciação pela natureza e por estar ao ar livre.
  16. Mais oportunidades para ensinar.
  17. Aprender a desenvolver autodisciplina.
  18. Se alimentar mais saudável e ter tempo para cozinhar.
  19. Mais tempo para manter o apartamento limpo.
  20. Tempo para se concentrar.
  21. Dá para agendar mais compromissos em um dia.
  22. Mais tempo para preparar lições e pensar sobre o que as pessoas realmente precisam.
  23. Tempo para reconhecer as bênçãos que estão vindo através do Senhor.
  24. As pessoas estão buscando por mais significado e alegria em suas vidas.
  25. Sentimento de unidade com missionários em todo mundo, estamos todos na mesma situação.
  26. Nós ainda estamos aqui!
  27. Tempo para fortalecer meu relacionamento com o Pai Celestial e Jesus Cristo.
  28. Aprender a usar habilidades de comunicação por telefone.
  29. Aprender a exercitar mais fé.
  30. Reconhecer fraquezas e ter uma oportunidade de se arrepender e mudar.
  31. Desfrutar momentos de silêncio para ponderar e refletir.
  32. Oportunidade de conversar e conhecer as pessoas mais idosas da Igreja.
  33. Reconhecer a necessidade de revelação pessoal para ajudar a obra do Senhor seguir adiante.
  34. Mais apoio da família.
  35. Membros da Igreja e missionários estão trabalhando juntos muito mais.
  36. Entendendo melhor o poder das mídias sociais na pregação do evangelho.
  37. Um maior testemunho de que esta é a obra do Senhor e de que estamos em Suas mãos.
  38. Aprender com outros missionários através de reuniões no Zoom.
  39. Nós podemos controlar a tecnologia e não é a tecnologia que nos controla.
  40. Alegrar-se com cada sucesso seja ele grande ou pequeno.
  41. As orações se tornaram mais significativas.
  42. Aprender a aplicar a expiação de Jesus Cristo mais plenamente em minha vida.
  43. Um ambiente melhor para ensinar – não em lugares públicos barulhentos.
  44. Oportunidade de mostrar mais obediência e comprometimento.
  45. Mais gratidão pela oportunidade de tomar o sacramento.
  46. Nossos sapatos vão durar mais.
  47. Mais pessoas participarão de nossos devocionais online.
  48. Não comer mais comida fast-food.
  49. Aprofundar o relacionamento com o companheiro.
  50. As pessoas estão mais humildes.

Durante esse período de isolamento e incerteza, uma mensagem musical de esperança foi compartilhada pelo coral da Missão Inglaterra Manchester no domingo de Páscoa. Milhares de pessoas no mundo inteiro assistiram ao devocional transmitido ao vivo pelo Facebook. O coral virtual era formado por 111 missionários, que cantaram a partir de suas próprias casas em diversas cidades da Inglaterra. Eles cantaram o hino “He Sent His Son.”

Assista ao vídeo1:

He Sent His Son2

How could the Father tell the world of love and tenderness?
He sent his Son, a newborn babe, with peace and holiness.
How could the Father show the world the pathway we should go?
He sent his Son to walk with men on earth, that we may know.
How could the Father tell the world of sacrifice, of death?
He sent his Son to die for us and rise with living breath.
What does the Father ask of us? What do the scriptures say?
Have faith, have hope, live like his Son, help others on their way.
What does he ask? Live like his Son.

Ele Mandou Seu Filho3

De que maneira nosso Pai ao mundo ensina amor?
Mandou seu Filho, um bebê, o nosso Salvador.
E que caminho nosso Pai nos deu para seguir?
Mandou seu Filho ao mundo nos guiar, nos conduzir.
E como ensinaria Deus o sacrifício e dor?
Mandou seu Filho aqui morrer e em glória reviver!
O que nos pede então o Pai nas santas Escrituras?
Viver tal como o Filho Seu com fé e vida pura.
Devemos, pois, seguir Jesus.

Referências

  1. England Manchester Mission – He Sent His Son
  2. He Sent His Son
  3. Ele Mandou Seu Filho
2

Deixe um comentário