O poder da integridade

Integridade

A integridade é a prática de ser honesto e mostrar uma aderência consistente e intransigente a fortes princípios e valores morais e éticos. Em ética, a integridade é considerada como a honestidade e veracidade ou precisão das ações de alguém. A integridade pode estar em oposição à hipocrisia, em que julgar com os padrões de integridade envolve considerar a consistência interna como uma virtude e sugere que as partes que mantêm dentro de si valores aparentemente conflitantes devem responder pela discrepância ou alterar suas crenças. A palavra integridade evoluiu do adjetivo latino “número inteiro”, que significa inteiro ou completo. Nesse contexto, integridade é o senso interno de “inteireza” decorrente de qualidades como honestidade e consistência de caráter. Como tal, pode-se julgar que outros “têm integridade” na medida em que agem de acordo com os valores, crenças e princípios que afirmam ter.1

  • Particularidade ou condição do que está inteiro; qualidade do que não foi alvo de diminuição; inteireza.
  • Condição do que não sofreu alteração; que não foi quebrado nem atingido; que está ileso: integridade física ou mental.
  • Característica da pessoa que é íntegra; qualidade de quem é honesto; que é incorruptível.
  • Cujos comportamentos ou ações demonstram retidão; honestidade.
  • Atributo da pessoa inocente; qualidade de quem é puro; castidade ou inocência.2

Em resumo, integridade significa integral, inteiro. Significa ser a mesma coisa sempre, sozinho ou acompanhado, no claro ou no escuro, faça chuva ou faça sol, na frente dos pais ou longe deles. Falando sobre pais e filhos, como isso é tão comum! Na frente dos pais nós somos uma coisa, longe deles somos irreconhecíveis. Em outra mensagem contei sobre meus amiguinhos e o nosso clube de palavrões. Na frente da minha mãe eu era puro e santo, junto com os meus colegas eu era terrível, até o dia em que eu falei besteira na frente dela e a minha máscara caiu. Eu aprendi sobre a importância da integridade através do sofrimento.

É fácil ser íntegro? Imagine um rapaz que acabou de se formar em direito, ele sonha em ter uma bela carreira na área jurídica e está buscando oportunidades na área. De repente surge a oportunidade de trabalhar como assessor de um determinado político, através da indicação de um amigo. Ele está precisando do dinheiro, pois casou-se recentemente e sua esposa está grávida. Isso vai ser a solução perfeita para o presente momento. Essa oportunidade é uma grande bênção!

Ao ser entrevistado pelo político, ele recebe uma explicação: “Você será bem pago, mas todo mês você terá que dar metade do seu salário para ajudar nas despesas do partido.” Ele deve aceitar isso? Bem, não parece haver nada de muito errado nisso e esse dinheiro vai ser muito bem-vindo!

Passado um mês, esse rapaz já está bem integrado, está conhecendo muitas pessoas e está bem animado com as novas experiências. O trabalho é muito bom, na verdade não tem muito trabalho e dá até para fazer outros trabalhos por fora. Certa manhã toca o telefone, é o chefe. Conversa vai, conversa vem, ele pede um favorzinho. Devido a algumas restrições na conta bancária dele, ele pede ao rapaz para receber um depósito de valor elevado em sua conta corrente. O dinheiro deverá ser colocado discretamente em uma caixa de papelão, que será coletada por um motoboy.

O que ele fará agora? Isso é correto? Se ele falar não, vai ficar sujo perante o chefe e vai ficar muito mal também perante o amigo que o indicou para a vaga. Perder a renda quando um bebê está prestes a chegar ao mundo é muito preocupante também. Ele é uma pessoa que vem de família simples, mas sempre aprendeu sobre princípios de honestidade, portanto, não concorda com corrupção e atos ilegais. Essa transação tem cheiro forte de ilegalidade e depois de conversar com sua esposa, eles decidem fazer a coisa certa e rejeitam a proposta. O rapaz perdeu o trabalho, e não parou por aí, arrumou inimigos, foi criticado e condenado pelos colegas e por vezes foi ameaçado e perseguido. Mas ele não perdeu sua integridade, nem sua dignidade. Ele seguiu firme, mantendo sua honra e suas convicções, novas oportunidades surgiram e ele cresceu e prosperou em sua jornada profissional, com honestidade e consciência limpa.

Voltando àquela questão: É fácil ser íntegro? Certamente ser íntegro não é a mais fácil das decisões. Para manter a integridade, você precisa estar preparado para enfrentar muitas situações desagradáveis. Provavelmente você vai magoar pessoas, você vai ofender muita gente. Você poderá perder oportunidades, você poderá até mesmo ser perseguido e justamente por sua integridade! Realmente, não é fácil agir com integridade o tempo todo. Você será testado constantemente.

Será que realmente vale a pena ser íntegro? Não é mais fácil simplesmente esconder certas situações e aceitar as coisas erradas? Zig Ziglar explicou: “Com integridade, você não tem nada a temer, pois você não tem nada a esconder. Com integridade, você fará a coisa certa, então você não terá nenhuma culpa.”

A maior recompensa da integridade é a paz de consciência. Não existe nada mais valioso na vida do que viver em paz consigo mesmo. Por outro lado, não existe nada mais triste do que viver perseguido pelos próprios pensamentos de culpa.

Eu conheci um homem que tinha o costume de receber o seu salário e então gastava tudo em bares e casas noturnas, com bebidas e mulheres. Ele chegava no trabalho contando uma história, que após retirar o dinheiro no banco, foi assaltado no caminho de casa e chegou sem nada para oferecer à esposa e aos filhos. Ele até mostrava as marcas de agressão em seus braços! Ele contava essa história diversas vezes, para diversas pessoas, para se convencer da veracidade de suas palavras.

Existe um ditado que certamente você já ouviu: “Mentira tem perna curta!” O que significa isso? A pessoa que mente nem sempre consegue contar a mesma história com fidelidade, pois é apenas uma invenção. Ela sempre acaba contando certos detalhes de forma diferente e é então pega em suas enganações. O mentiroso não consegue lembrar com exatidão como contou as suas mentiras anteriores. É muito complicado ser mentiroso. É muito mais fácil falar a verdade o tempo inteiro. Você pode repetir uma verdade mil vezes sem errar!

Um detalhe importante sobre a integridade é que você não decide ser íntegro no momento em que as escolhas duvidosas se apresentam. A decisão de ser íntegro é feita anteriormente e é feita uma única vez na vida. Quando as situações duvidosas se apresentam em sua vida, você apenas coloca em prática a sua decisão de ser íntegro. É rápido. É automático. Não precisa quebrar a cabeça.

A integridade é uma grande virtude. Infelizmente nem todo mundo consegue ser íntegro, as pessoas se corrompem, elas ainda não tomaram a decisão de serem íntegras custe o que custar. Quando eu explico algumas coisas para os meus filhos, eles quase sempre respondem com aquela famosa expressão: “Mas todo mundo…” E eles já sabem o que eu vou responder: “Você não é todo mundo. Você não tem que ser igual a todo mundo. Você não tem que fazer o que todo mundo está fazendo. Faça a coisa certa sempre!”

Referências

  1. https://en.wikipedia.org/wiki/Integrity
  2. https://www.dicio.com.br/integridade/
0

Deixe um comentário