Visões e Ideais

Os sonhadores são os salvadores do mundo. Assim como o mundo visível é sustentado pelo invisível, da mesma forma os homens, em meio a provações, pecados e tendências mesquinhas, são nutridos pelas belas visões de seus sonhadores solitários. A humanidade não pode esquecer seus sonhadores. Ela não pode deixar os ideais deles desaparecerem e morrerem. Ela vive neles. Ela conhece-os nas realidades que ela um dia verá e conhecerá.

Compositor, escultor, pintor, poeta, profeta, sábio, estes são os criadores do infinito, os arquitetos do céu. O mundo é belo porque eles vivem; sem eles, a humanidade laboriosa pereceria.

Aquele que cultiva uma bela visão, um ideal mais elevado em seu coração, irá um dia realizá-lo. Colombo alimentou a visão de um outro mundo e ele o descobriu. Copérnico encorajou a visão de uma multiplicidade de mundos e um universo muito mais amplo e ele o revelou. Buda contemplou a visão de um mundo espiritual de pura beleza e perfeita paz, e ele entrou nele.

Alimente suas visões. Alimente seus ideais. Cultive a música que move o seu coração, a beleza que se forma em sua mente, a amabilidade que reveste seus pensamentos mais puros, porque deles surgirão todas as situações agradáveis, todas as circunstâncias celestiais; destes, se você apenas permanecer fiel a eles, seu mundo será por fim construído.

Desejar é obter; aspirar é alcançar. Deveriam os desejos mais baixos de um homem receber a medida completa de gratificação, e suas aspirações mais puras perecerem por falta de sustento? Esta não é a lei. Tal condição de coisas jamais pode obter – e “Pedi e recebereis”.

Sonhe sonhos elevados, e assim como você sonha, assim você se tornará. Sua visão é a promessa daquilo que um dia você será. Seu ideal é a profecia daquilo que você por fim irá revelar.

A maior de todas as realizações foi no princípio e por algum tempo um sonho. O carvalho dorme em sua semente; o pássaro espera dentro do ovo; e na visão mais alta da alma um anjo move-se em seu despertar. Os sonhos são os brotos das realidades.

Suas circunstâncias podem ser incompatíveis, mas elas não permanecerão assim por muito tempo se você simplesmente descobrir um ideal e lutar por alcançá-lo. Você não pode viajar por dentro e permanecer parado por fora.

Eis aqui um jovem duramente oprimido pela pobreza e trabalho; confinado a longas horas em uma oficina insalubre; sem educação e carecendo de todas as artes de refinamento. Mas ele sonha de coisas melhores. Ele pensa de inteligência, de refinamento, de graça e beleza. Ele concebe, e mentalmente constrói, uma condição ideal de vida. A visão de uma liberdade mais ampla e um escopo mais largo tomam posse dele; inquietação o impulsiona para a ação e ele utiliza todo o seu tempo livre e recursos, embora pequenos eles sejam, ao desenvolvimento de seu potencial e poderes latentes.

Muito em breve, tão alterada sua mente se tornou, que a oficina não pode mais segurá-lo. Ela se tornou tão fora de harmonia com sua mentalidade que ela sai da sua vida como uma roupa que é jogada no canto, e com o crescimento das oportunidades que se ajustam ao escopo de seus poderes em expansão, ele a abandona para sempre.

Anos mais tarde nós vemos esse jovem como um homem maduro. Nós o encontramos um mestre de certas forças da mente que ele exerce com influência e poder inigualáveis. Em suas mãos ele segura as cordas de gigantescas responsabilidades. Ele fala, e oh! vidas são mudadas. Homens e mulheres se apegam às suas palavras e pensamentos e remodelam seu caráter, e como o sol, ele torna-se o centro fixo e luminoso onde destinos inumeráveis circundam. Ele realizou a Visão da sua juventude. Ele tornou-se um com o seu Ideal.

E você, também, jovem leitor, realizará a Visão (não o desejo ocioso) do seu coração, seja ela baixa ou bela, ou uma mistura das duas, pois você sempre gravitará na direção daquilo que você secretamente mais ama. Em suas mãos serão colocados os resultados exatos dos seus próprios pensamentos; você receberá aquilo que você merece, nem mais, nem menos. Seja qual for seu atual ambiente, você cairá, permanecerá, ou se elevará com seus pensamentos, sua Visão, seu Ideal. Você se tornará tão pequeno quanto seu desejo controlador; tão grande quanto sua aspiração dominante.

Nas belas palavras de Stanton Kirkham Dave, “Você pode estar trabalhando no seu escritório e de repente você andará para fora da porta que por tanto tempo pareceu a barreira dos seus ideais, e se encontrará diante de uma audiência – a pena ainda atrás da orelha, as manchas de tinta ainda nos seus dedos – e ali então derramará a torrente de sua inspiração.

Você pode estar pastoreando ovelhas e você se desviará para a cidade – e bucólico e de boca aberta; vagará sob a intrépida orientação do espírito para a oficina do mestre e depois de algum tempo ele dirá, ‘Eu não tenho mais nada para ensinar-te.’ E agora você se tornou o mestre, que recentemente sonhava de grandes coisas enquanto pastoreava ovelhas. Largue a serra e a plaina e tome sobre si a regeneração do mundo.”

O irrefletido, o ignorante, e o indolente, vendo somente os efeitos aparentes das coisas e não as coisas em si, falam de sorte, de destino e acaso. Vendo um homem tornar-se rico, eles dizem, “Quanta sorte ele tem!” Observando um outro tornar-se intelectualizado, eles exclamam, “Quão favorecido ele é!” E notando a santidade de caráter e ampla influência de um outro, eles comentam, “Como a sorte o ajuda a cada passo!”

Eles não veem as provações, fracassos e lutas que esses homens voluntariamente encontraram para ganhar sua experiência. Eles desconhecem os sacrifícios que eles fizeram, os esforços destemidos que eles desenvolveram, a fé que eles exerceram, para que pudessem sobrepujar o então aparente insuperável e realizar a Visão de seu coração. Eles não sabem da escuridão e angústia; eles somente veem a luz e a alegria, e chamam isso de “sorte”; não vendo a longa e árdua jornada, mas somente contemplam a agradável distinção, e chamam isso de “boa fortuna”; não entendem o processo, mas percebem somente o resultado, e chamam isso de “acaso”.

Em todos os assuntos humanos existem esforços e existem resultados, e a força do esforço é a medida do resultado. Não o acaso. “Dons”, poderes, possessões materiais, intelectuais, e espirituais são frutos do esforço. São pensamentos terminados, objetivos alcançados, visões realizadas.

A visão que você glorifica em sua mente, o Ideal que você entroniza em seu coração – através deles você construirá sua vida, isso você se tornará.


Introdução
Prefácio
Pensamento e Caráter
Efeito do Pensamento Sobre as Circunstâncias
Efeito do Pensamento Sobre a Saúde e o Corpo
Pensamento e Propósito
O Fator-Pensamento na Realização
Visões e Ideais
Serenidade


0

Deixe um comentário